Religiões, doutrinas e dogmas...Por que beber a água do rio poluído se conhecemos o caminho para a Fonte?

Hoje vemos milhares de religiões espalhadas pelo mundo. Muitas sofreram mudanças e influências ao longo dos séculos; algumas se ramificaram,outras se extinguiram.

Todas elas com seus conceitos, dogmas, sistema doutrinário, paradigmas, e um só ideal: elevar o Homem à presença de Deus.
Muitas dessas religiosidades hoje não encerra mais nenhum valor em si.

Percebendo isso, um grande número de pessoas já conseguem enxergar além e através dos sistemas religiosos predominantes, buscando para si uma conexão mais direta e individual com um Deus ou Força Criativa.

Almejam evitar os filtros impostos pelas doutrinas e mentes calcificadas, apegadas a velhos conceitos já sem fundamentos.

Se uma religião é uma forma de nos conectar e chegar a Deus, agindo como um veiculo, seria sábio que o abandonássemos assim que chegarmos á presença divina.

À medida que nos aproximamos de Deus, devíamos nos livrar de certas "cargas".

Ou seria sábio carregar a canoa às costas após atravessar o rio?

Quero dizer com isso que devemos ser mais livres; o caminho que escolhemos e nosso Mestre, está dentro de nós, esperando para nos conduzir rumo ao Insólito(como uma nuvem levada pelo vento).Muitas vezes somos limitados por paradigmas e nem sabemos por que eles existem e nem por que foram criados!!

São muitos os conceitos do passado ainda ativos e influentes na atualidade; devemos ser contemporâneos do futuro e não contemporâneos do passado.

Temos hoje os gênios do campo da física quântica fazendo descobertas maravilhosas no interior do átomo, estes corpúsculos que formam a matéria, e provando por métodos científicos, muito sobre a Natureza de Deus, coisas que nós, os Místicos sempre soubemos.

Vêem através de seus equipamentos maravilhados, aquilo que sempre se pensou ser totalmente sólido, estar em dois lugares ao mesmo tempo, ou sumir e aparecer novamente, quebrando assim a nossa certeza de realidade absoluta da matéria.

Chegaram à conclusão de que somos na verdade uma "possibilidade", e não algo real e definitivo, como normalmente se pensa. Para eles a física quântica é a ciência das possibilidades.

Isso nos dá a idéia de nossa grandeza e totalidade encerrada no Ser que somos agora e que sempre fomos.

Nos condicionamos e criamos nossa realidade, sempre guiados por conceitos e padrões do passado, como se criássemos nosso próprio calabouço, quando deveríamos seguir o exemplo que o Criador nos dá todos os dias e criar coisas maravilhosas com a força do Amor, imanente em toda a Natureza. Esquecemos que somos Filhos dos Deuses(e pela órdem natural das coisas, os filhos um dia serão pais) dotados de livre arbítrio e Poder Criativo, verdadeiros Caminhantes da Eternidade.

Não quero com isso desmerecer e inutilizar nossas Tradições, mas pretendo alertar para que estas não nos prive do conhecimento universal , não bloqueie nosso cérebro para as coisas que estão externas à elas, pois que nosso cérebro está mais para conhecer, pensar, investigar, aprender, criar, imaginar, estudar e menos para negar ou apenas ignorar, seria um ENORME desperdício usa-lo para tal fim!!

Que as Tradições sejam usadas sim, para honrar e prestar culto aos Deuses, para assim manter-nos em constante contato com a Natureza Divina, sabendo acima de tudo que devemos nos esforçar também para chegarmos ao mesmo lugar que ocupa o Deus à quem prestamos culto.


Que assim seja!

Paz Inverencial !!!

Por/Elladan

2 comentários:

Zimai Caball disse...

Bom dia...
vc esta com um blog lindo e nem avisa, mas encontrei...
Te adicinei na minha lista de indcação do meu blog.

Pax et lux

Tanta disse...

Seu blog é maravilhoso! Adorei! Qdo tiver um tempinho venha me fazer uma visita. Bom domingo com a Benção das Fadas!